sábado, 15 de outubro de 2011

A ERA DE KALI


As eras (Yugas) aparecem nas escrituras Hindus muito antigas datadas por volta de 5.000 anos atrás, e por mais complexas que pareçam nos faz pensar sobre a humanidade e o nosso período atual. Se pensarmos que a evolução do homem é baseada em ciclos assim como a roda de samsara esses ciclos se fundamentam em Idade de ouro ou verdade (Satya Yuga), idade de prata (Treta Yuga), idade de bronze (Dwapara Yuga), e a idade de ferro (Kali Yuga), a idade dos conflitos que conforme o calendário hindu vivemos atualmente.
Kali Yuga começou quando o Avatar Krishna deixou o plano terrestre há 5.000 anos, a duração total de Kali Yuga é de 432 mil anos e como as estações do ano cada Yuga contém as outras em si, então teremos períodos de muita luz como o verão e períodos de sombra como no inverno. O período de Satya Yuga (Era de Ouro) se aproxima então podemos nos preparar para um período de transformações profundas, e como toda transformação muitos conflitos e caos característicos de Kali Yuga. Assim como o Povo Maia já havia anunciado.
Leia o texto abaixo traduzido do sânscrito escrito há 5.000 atrás retirado do segundo volume da obra “A Doutrina secreta” de H. P. Blavatky que relata as características de Kali Yuga:
“Haverá monarcas contemporâneos reinando sobre a Terra, reis de espírito mau e caráter violento, voltados à mentira e à perversidade. Farão matar mulheres, crianças e vacas; cobiçarão as mulheres dos outros; terão poder limitado, suas vidas serão curtas, seus desejos insaciáveis; gentes de vários países, unindo-se a eles seguirão seus exemplos; e, sendo poderosos os bárbaros, sob a proteção dos príncipes, e afastadas as tribos puras, perecerá o povo. A riqueza e a piedade diminuirão dia a dia, até que o mundo se depravará por completo; a classe será conferida unicamente pelos haveres; a riqueza será a única fonte de devoção; a paixão o único laço de união entre os sexos; a falsidade o único fator de êxito nos litígios; as mulheres serão usadas como objeto de satisfação puramente sexual; a aparência externa será o único distintivo das diversas ordens de vida; a falta de honestidade, o meio universal de subsistência; a fraqueza a causa da dependência; a liberdade valerá como devoção; o homem que for rico será reputado puro; o consentimento mútuo substituirá o casamento; os ricos trajes constituirão a divindade; reinará o que for mais forte; o povo não podendo suportar os pesados ônus (o peso dos impostos) buscará refúgio nos vales. Assim, na idade de Kali (ferro) a decadência prosseguirá sem detença, até que a raça humana se aproxime do seu aniquilamento (Pralaia). Quando o fim da idade de Kali estiver perto, descerá sobre a Terra uma parte daquele Ser Divino que existe por sua própria natureza espiritual (Kalki Avatar); Ele restabelecerá a justiça sobre a Terra e as mentes que viverem até o fim da Kali Yuga serão despertadas e serão tão diáfanas como o cristal. Os homens assim transformados serão como sementes do verdadeiro homem (Eu Superior).” Purana (livro antigo) de Vishnu(A Segunda Pessoa da Trimurti Hindu).
Coincidência ou não este tipo de texto é familiar aos olhos ocidentais e aí se refletirmos veremos que todos os povos falam a mesma língua, ou seja, somos todos iguais, o texto mesmo usando uma linguagem e uma forma de ver o mundo característico da época que foi escrito podemos observar características da era atual em que vivemos.
Mas nem tudo parece ruim se analisarmos por outro patamar o Linga purana II cap-39-42-49 diz:
“Entretanto alguns poderão alcançar a perfeição em muito pouco tempo, excelentes devotos, com sinceridade continuarão a praticar a fé e os caminhos da devoção.”
Então podemos entender que somos privilegiados por estarmos próximos do último ciclo onde tudo é mais rápido e dinâmico assim como o entendimento e a capacidade de transformação. A terra passa por esse período e precisamos ser e vibrar a paz, não se contaminar com os conflitos e trabalhar a compaixão interna e externa afinal todos somos irmãos e seres de paz, apenas precisamos exercitar esses conceitos natos.
“Seja a mudança que quer no mundo” Mahatma Gandhi

Um comentário:

  1. Nossa! Muitíssimo interessante esse post! estou amando o blog! Parabéns!

    ResponderExcluir